Novo sensor fotográfico é 1000x mais sensível que os atuais

 

Pesquisadores da Universidade Tecnológica de Nanyang (NTU) em Singapura desenvolveram um novo tipo de sensor que é mil vezes mais sensível do que qualquer outro sensor fotográfico disponível no mercado atualmente. Feito de grafeno, ele é também capaz de detectar um espectro de luz mais largo, podendo ser aplicado em diferentes tipos de câmeras, como radares de trânsito, câmeras de infravermelho, etc.

fotografico grafeno

O novo sensor fotográfico consegue produzir imagens mais nítidas, principalmente em situações de baixa luminosidade, por ser capaz de “aprisionar” os elétrons gerados pela luz por mais tempo do que os sensores utilizados atualmente. Além disso, o sensor de grafeno opera com menor voltagem, usando efetivamente 10 vezes menos energia. Se produzido em massa, poderia também ser mais barato do que os sensores atuais.

 Sobre a futura utilização em câmeras, o Professor Assistente Wang Qijie acredita que o sensor de grafeno tem potencial para ser utilizado em larga escala. Segundo o professor, a atual forma de produzir sensores foi levada em conta durante o desenvolvimento deste novo sensor, com isso a indústria pode continuar produzindo sensores utilizando o processo CMOS (semicondutor complementar de óxido metálico), apenas substituindo o material-base dos foto sensores pelas nanoestruturas de grafeno.

canon cmos

Será utilizado inicialmente em telescópios e equipamentos especiais como microscópios digitais e câmeras de segurança. No entanto, assim que começarem a ser produzidos em larga-escala, veremos novas câmeras com este grande salto tecnológico chegando ao mercado, capazes de fotografar mais rápido e com menos luz. =]

(fontes: Science Daily e CNET)

Written by

Publicitário, designer, fotógrafo amador, cinéfilo, gosta de um pouco de tudo (mas não gosta de algumas coisas também). Nerd sempre que possível (que é quase o tempo todo).

Nenhum comentário

Deixe um comentário