Fotografia de Retratos – 8 Dicas Simples

 

Como Melhorar A Sua Fotografia De Retratos

Muitos fotógrafos iniciantes se sentem intimidados com a ideia de retratar pessoas. Afinal, capturar em uma foto toda a personalidade de alguém, suas expressões, seus gestos e nuances realmente pode parecer uma tarefa impossível. Mas a verdade é que qualquer um é capaz de tirar bons retratos, basta um pouco de treino e organização. Para ajudar, reunimos 8 dicas simples que vão levar a sua fotografia de retratos ao próximo patamar.

 

750bbbc91a9b3615-fullsizerender-3

Kat Irlin

1 – Utilize Uma Lente Adequada

Não há um único tipo de lente para fotografia de retratos, mas há tipos mais adequados para situações específicas. Uma lente telefoto pode “achatar” as proporções do sujeito, enquanto uma grande angular pode exagerar as feições, fazendo o retrato parecer uma caricatura. Em geral, o mais comum são lentes entre 50mm e 100mm.

Outro atributo muito importante é a abertura do diafragma da lente. Quanto mais aberto, maior será o desfoque que você conseguirá obter. Desfocar o fundo é essencial na fotografia de retratos, pois atrai toda a atenção para o sujeito da foto.

Uma boa dica para quem está começando e não quer gastar muito com equipamentos é a famosa Lente 50mm. Além de possuir uma boa abertura, sua distância focal se aproxima da visão humana, tornando-a ideal para retratos “realistas”.

Brandon Woelfel

Brandon Woelfel

2 – Foque Nos Olhos

Ao fotografar retratos, quase sempre é desejável que o foco esteja nos olhos do modelo. Uma fotografia pode ter iluminação e composição perfeitas, mas se os olhos estiverem desfocados, o resultado final deixará a desejar. Tome especial cuidado se estiver utilizando o diafragma muito aberto, pois as menores mudanças de posição podem resultar num desfoque indesejado.

Caso o sujeito da foto esteja posando de lado ou com a cabeça inclinada, foque no olho que estiver mais próximo da câmera.

como fotografar retratos

Kat Irlin

3 – Faça Fotos Claras

Até as melhores fotos podem parecer enfadonhas e sem vida quando são subexpostas. O olho humano é atraído naturalmente para imagens claras. Portanto, um pouco de brilho pode tornar suas fotografias muito mais vivas e atraentes. É claro que existem exceções para esta regra mas, na dúvida, é melhor superexpor um pouco suas fotos.

4474c4313128667f-img_2200

Kat Irlin

4 – A Expressão É Tudo

A expressão (tanto facial como corporal) do seu modelo pode alterar drasticamente uma fotografia. Poses forjadas e sorrisos padronizados criam fotos com uma aparência artificial. Os melhores retratos são honestos e com emoção genuína. Expressões reais fazem com que as pessoas  nas suas fotos pareçam mais verdadeiras.

Brandon Woelfel

Brandon Woelfel

5 – Ajude O Modelo A Relaxar

Não se esqueça que você está fotografando uma pessoa. Se o seu modelo estiver tenso, não tenha dúvidas de que isso vai transparecer nas fotografias. As melhores fotos ocorrem quando os modelos estão descontraídos e esquecem que estão sendo fotografados.

Aconteça o que acontecer, nunca diga para uma pessoa tensa que ela deve relaxar. Isso só a deixará mais ansiosa. Aja naturalmente, converse, conte histórias, faça piadas (sem exageros, é claro). Se possível, coloque uma música para tocar.

O importante é deixar a pessoa do outro lado da lente o mais confortável possível.

Kat Irlin

Kat Irlin

6 – Evite O Sol Forte

Luzes duras e diretas são um grande problema para a fotografia de retratos. O sol forte do meio-dia cria todo tipo de situações indesejadas, como quando a luz bate nas sobrancelhas e escurece os olhos (e você já sabe que os olhos são parte essencial de um retrato). Pode-se minimizar esses problemas com um rebatedor, mas a verdade é que luzes mais suaves e difusas são quase sempre melhores. Dias nublados são ótimos para retratos, pois as nuvens agem como um difusor natural. Além disso, sair de casa cedo para fotografar na hora mágica pode ser muito recompensador e proporciona uma iluminação excepcional.

img_1722

Brandon Woelfel

7 – Planeje Com Antecedência

Decida onde e quando será feito o ensaio. Faça uma lista de coisas que não podem faltar (equipamentos, roupas, acessórios) e confira todas elas antes de sair de casa. Tenha alguma ideia de quais poses você quer fotografar e, se possível, imprima suas ideias numa folha de papel para direcionar o modelo. Em caso de fotos externas, não esqueça de conferir a previsão do tempo e sempre ter um plano B.

Criatividade e improviso são muito importantes, mas não substituem a organização

627006842fc8ed2d-fullsizerender-11

Kat Irlin

8 – Não Exagere Na Edição

A edição é uma etapa muito importante no trabalho de um fotógrafo. Muitas fotos que à primeira vista parecem sem graça podem ficar ótimas após alguns pequenos ajustes no Photoshop. Entretanto, o oposto também é verdadeiro. O excesso de edição pode transformar uma boa foto em algo artificial e pasteurizado.

Quando for editar seus retratos, não há problema algum em fazer correções de cor, exposição ou remover algumas espinhas se desejar. O problema é que muitos fotógrafos abusam dessas ferramentas e tornam o sujeito da foto praticamente irreconhecível. Tome cuidado especialmente na hora de fazer alterações na pele das pessoas para sempre manter uma textura natural (e não ficar parecendo borracha).

Fotos do post: Kat Irlin e Brandon Woelfel

Written by

Designer e fotógrafo. Entusiasta de qualquer coisa que envolva criatividade e aventureiro nas horas vagas.

Últimos comentários

Deixe um comentário